Atelier do Doce alia "tradição à inovação dos dias de hoje"

A pastelaria marca presença na XXI Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais.

Fotografia: André Ribeiro

Por estes dias, encontramos Catarina Saraiva e o seu marido Rui Marques, os proprietários do Atelier do Doce no balcão dedicado à sua pastelaria, na XXI Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais, que decorre no Mosteiro de Alcobaça.

A "passada quinta-feira foi um dia feliz, muito bom", revela Catarina Saraiva, que recebeu pela mão do júri da Mostra uma Mensão Honrosa, para o doce conventual "Segredo de São Bernardo". A mesma, afirma que este prémio " é mais valorizado pela equipa, pois é um projeto de todos, e muitos ainda estão a trabalhar".

Fotografia: André Ribeiro

De entre todos os doces, a proprietária destaca as cornucópias "disponíveis em embalagens, que são compostas por um kit de montagem que permite às pessoas rechear a cornucópia na hora", Ainda, afirma, que "as mesmas são o doce mais vendido em todas as feiras" e são para a empresa um motivo de orgulho.

Por fim, Catarina Saraiva diz-nos que "a pastelaria consegue oferecer ao público um leque variado de produtos durante todo ano, como na Páscoa com o folar, o Natal com o bolo-rei, e até no verão, com as tão conhecidas "Bolas de Berlim". Em suma, afirma "que o Atelier do Doce fornece os mais pequenos bolos, mas também têm a capacidade de chegar às maiores companhias do mundo".

Fotografia: André Ribeiro

insira o seu e-mail e recebe as melhores experiências

[newsletter]