Marionetas de Alcobaça subiram ao palco em sete países do mundo

Ao longo de 2018, ano em que a companhia S.A Marionetas estreou uma ópera barroca e realizou mais de uma centena de espetáculos.

O diretor artístico, José Gil, destacou "a estreia de `As guerras do Arlequim e Manjerona", uma ópera barroca que a companhia foi convidada a realizar, pelo Festival Cistermúsica e pela Artemrede. Esta obra foi, para José Gil, "a grande produção de 2018", com a S.A. Marionetas a "ensinar os atores e cantores a manipular" os seus bonecos.

Já a obra "As variedades de Proteu" foi a maior produção da companhia que, em 2018, mas a Companhia de S. A Marionetas participou em vários festivais pelo mundo apresentado as suas produções na Polónia, Rússia, Suécia, Turquia, Tailândia e Espanha.

O ano da companhia alcobacense ficou ainda marcado pela organização do 21.º festival "Marionetas na Cidade" que, durante quatro dias, reuniu em Alcobaça 11 companhias de cinco países.

Apesar das conquistas, para o ano de 2019, a companhia tem por objetivo "reforçar a internacionalização", querendo estar presente em mais festivais e países do mundo.


Fonte: RTP Notícias

 

 

insira o seu e-mail e recebe as melhores experiências

[newsletter]