Júri da Mostra atribui 3 Menções Honrosas


Fotografia: João Ribeiro

Entre os vencedores do Doce do Concurso melhor Doce Conventual está o Atelier do Doce, que conquistou uma das tres menções honrosas, com o doce "Amor Meu", a Pastelaria Alcôa, premiada pela "Barriga de Freira", e a Pastelaria Oportune Tempor, que concorreu com a receita do "Pão de Ló de Ovar"

As menções honrosas captaram a preferência do júri composto pelos chefs Ricardo Raimundo, Justa Nobre, Telmo Moutinho, Odete Silva, Amílcar Malhó, Nélson Félix, José de Oliveira Redondo e um representante da Associação de Municípios Portugueses do Vinho.

Na categoria "Melhor Licor Conventual" o 1.º prémio foi para o " ", daquele Mosteiro em Santo Tirso, cabendo o "Licor de Ginja" da Cisterdoce, de Alcobaça, o 2.º prémio. O "Licor de Ginja Abbatiale", da MLC - Licores Conventuais, de Alcobaça, recebeu o 3.º prémio.

No que respeita aos licores conventuais, o "Licor de Singeverga" destacou-se e foi galardoado com o "1.º Prémio de Qualidade". O licor de framboesa do projeto "Abbatiale" foi contemplado com uma menção honrosa. 

No concurso Melhor Compota Conventual, o 1.º prémio foi atribuído ao " Figo com Vinho do Porto", às monjas cistercieneses de Rio Caldo.


Fotografia: João Ribeiro

 

 

insira o seu e-mail e recebe as melhores experiências

[newsletter]